Relax (e diversão) nas Termas de Bucareste!

Nada melhor do que terminar uma viagem relaxando, né? Por isso escolhi passar meu último dia na Romênia nas Termas de Bucareste!

Termas de Bucareste

As termas de Bucareste são um complexo gigante, fechado, onde a temperatura ambiente gira em torno dos 30º e a da água fica por volta de 33º. É dividido em três áreas:

  • – Elysium: a parte que tem as saunas. São muitas, mas como eu não entendo (nem gosto! rs), só entrei para olhar, fiquei um tempo na área externa e também jogada numas almofadas gigantes deliciosas! rs Serviu para tirar a foto de cima da piscina principal!
  • – The Palm: a área principal, que parece uma praia, com muitas palmeiras e espreguiçadeiras. Tem várias piscinas mineralizadas e camas de massagem (estas últimas são pagas à parte). A piscina principal tem vários “bancos” que jorram água, como um jacuzzi. Essa mesma piscina também tem um bar e uma área externa. Delícia sentir o friozinho no rosto com o corpo quente pela água, ainda mais com um drink na mão! rs Pena que não consegui tirar fotos, mas mostrei um pouco no vídeo!
  • – Galaxy: a área familiar (e consequentemente, a mais barulhenta!), onde ficam os toboáguas; também tem uma piscina externa. Confesso que me diverti muuuuuito nessa área: são vários toboáguas, em diferentes níveis de “dificuldade”. Gostei principalmente de um que você desce na bóia e passa por túneis com led, depois pela área externa… Sério, me senti criança total ali! rs
Termas de Bucareste, Romênia
Os toboáguas da área Galaxy

No site tive a impressão que o local tinha uma praia com areia e tudo, piscina com ondas e outras piscinas. Acho que quando visitei essas áreas estavam fechadas (eles tão reformando uma parte). De qualquer maneira, eu aproveitei demais!

Tudo parece muito luxuoso e caro, mas estamos falando da Romênia! Então as Termas de Bucareste são luxuosas sim, mas são bem baratas! Paguei 24€ para visitar as 3 áreas por 4h30 + aluguel de toalha. Valeu cada centavo!!! Os preços variam conforme o dia da semana, o período (pode ser 3h, 4h30 ou o dia todo) e a área visitada (você pode escolher ir em uma só, por exemplo). Você pode consultar os preços e a programação no site do local.

Termas de Bucareste, Romênia
The Palm visto da área Elysium

Termas de Bucareste: Informações Práticas

Na entrada, recebi um relógio-pulseira que tem muitas finalidades: saber o número do meu armário, abrir e trancar o armário, passear entre uma área e outra, pagar os consumos dentro do local (tem restaurantes e bares lá dentro)… Achei bem prático!

É importante não esquecer de levar: elástico de cabelo (em algumas piscinas é proibido entrar de cabelo solto), chinelo e toalha/roupão (estes últimos itens podem ser alugados lá).

Termas de Bucareste, Romênia

Você pode entrar no recinto com seus pertences pessoais (toalha, chinelo, óculos etc) e quando quiser ir para alguma piscina / toboágua, pode deixar em um dos muitos nichos que tem justamente para esta finalidade. Não é preciso entrar com carteira, já que a pulseira serve para “pagar” tudo o que você consumir nos bares e restaurantes.

A infraestrutura dos vestiários é ótima: são milhares de lockers, com um tamanho certinho para caber a mala de mão e mais alguns outros itens. Os vestiários tem chuveiros, secadores e até um máquina que centrifuga o biquini!

Eles tem regras bem rígidas quanto à fotos e vídeos, falam que é proibido entrar no local com máquina fotográfica ou celular (o que não faz o menor sentido já que tem wifi lá dentro!). Inclusive me proibiram de usar a GoPro onde quer que fosse. Mas, como vi muita gente tirando muitas fotos com o celular, gravei o vídeo com o celular mesmo… E assim, em tempos de social media um lugar tão lindo precisa ser registrado, né?

Eles deviam se preocupar em proibir as pessoas de reservar as cadeiras com toalhas enquanto estão na psicina… Tem muuuuitas espreguiçadeiras, mas todas estavam ocupadas com toalhas, sem ninguém sentado… isso achei bem irritante! Mas meu ~stress~ passou assim que eu entrei nas águas quentinhas! rs

Termas de Bucareste, Romênia

Termas de Bucareste: como chegar

Sobre o ônibus das termas: não achei nada confiável, já que no site estava um horário de saída de Bucareste e quando cheguei nas termas (de táxi), me falaram outro. Além disso, perguntei na entrada se havia ônibus para o aeroporto, me falaram que sim e me informaram até o horário. Na saída, quando fiz a mesma pergunta, me falaram que o ônibus não parava no aeroporto que eu deveria ir de táxi. De qualquer maneira, o táxi é bem barato: de Bucareste para lá deu por volta de 10€. Na saída, você pode chamar através de um aplicativo (Taxify ou Uber) ou usar um terminal eletrônico que tem no hall de entrada das termas.

Eu amei passar meu último dia nas Termas de Bucareste, me diverti muito nos toboáguas e relaxei nas piscinas! O bom é que o complexo fica aberto até às 23h, então dá para passear durante o dia na cidade e aproveitar a noite por lá!

Acompanhe minhas próximas viagens pelo instagram: @LuliMonteleone!

Encontre seu hotel em Bucareste aqui: http://bit.ly/2KFu0hW! Você não paga mais por isso e ainda me ajuda a viajar mais e trazer mais dicas para cá! ;)
Fui à Romênia à convite do Experience Bucharest, uma viagem que contou com o apoio de AMPT, Bucharest Town Hall, Centenário da Romênia. Em alguns dias, fiquei hospedada no Novotel BucharestMinha opinião e experiências são independentes e totalmente pessoais.
Artigo anteriorNatal no Porto!
Próximo artigoOnde ficar em Bucareste?

Também pode te interessar...

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Social Media

Vídeos

Instagram

Quem escreve